fbpx

Sustentabilidade em empresas do setor alimentício

A Compilart Tecnologia acredita que os conceitos de sustentabilidade e de competitividade andam juntos e que o retorno econômico precisa estar em consonância com a preservação ambiental e a inclusão social.

O conceito de sustentabilidade é muito recente e muitos acreditam que se trata apenas de uma abordagem relacionada ao bem-estar social e à preocupação com o meio ambiente, temas geralmente distantes do dia a dia dos pequenos negócios do segmento de alimentação fora do lar, como bares, restaurantes, confeitarias, lanchonetes, food trucks, entre outros.

Esse conceito não é errado, mas é incompleto. O fato de não se compreender os elementos da sustentabilidade (econômico, social e ambiental) de forma integrada às estratégias de negócio e às práticas de processo existentes nesses estabelecimentos, inviabiliza-se a sua aplicação.

Empresas de todos os segmentos estão cada vez mais preocupadas em atingir e demonstrar um desempenho socioambiental correto. Os empresários do segmento de alimentação também estão inseridos nesse contexto e vêm percebendo que os atuais padrões de produção e de serviços prestados são insustentáveis. Ao mesmo tempo entendem que, para manterem-se funcionando de forma competitiva, terão que integrar, cada vez mais, componentes socioambientais às suas estratégias comerciais e ao seu planejamento de longo prazo.

Alguns benefícios atingidos pela sustentabilidade quando implantada em empresas de alimentação fora do lar são:

Benefícios econômicos: A redução de custos com a minimização do consumo de água, energia, ingredientes (matérias-primas) e insumos pode aumentar o lucro e a competitividade. Soma-se a isso o ganho que a empresa terá com a satisfação dos consumidores que, cada vez mais, procuram alimentos e serviços ecológicos.

Benefícios ambientais: Menor pressão sobre os recursos naturais devido à redução do consumo de água, energia, alimentos e insumos que são retirados do meio ambiente, e consequente diminuição no impacto ambiental devido à redução na geração de resíduos, efluentes e emissões.

Benefícios sociais: Melhoria na saúde e na qualidade de vida dos funcionários, dos clientes e dos fornecedores, devido à redução dos efeitos negativos produzidos nas comunidades, seja onde são extraídos, transportados e descartados os alimentos e os resíduos, seja durante os serviços oferecidos.

Portanto, que uma sociedade sustentável é aquela que satisfaz suas necessidades sem comprometer os recursos para as gerações futuras, equilibrando o que é ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente aceito.

Desta forma, para obter uma sociedade sustentável é necessário que as empresas adotem medidas, ações e produtos que prezem pelo meio ambiente – que não o prejudique de forma a afetar as gerações futuras.

Referências:

bibliotecas.sebrae.com.br

Artigo Congresso Nacional de Excelência em Gestão